Depois de algumas semanas de gestação, acho que o filhote está maduro para apresentar ao mundo. Esse projetinho nasceu inspirado na vontade de comer melhor, mesmo com as dificuldades do dia-a-dia.

Convido a todas e todos para participar, ler, trocar idéias. A casa está aberta :)

Projeto Cozinha Materna

A idéia do projeto nasceu de uma dificuldade minha: estou sempre à caça de receitas fáceis (fáceis mesmo!) para fazer no dia-a-dia. As únicas refeições que faço em casa, durante a semana, são o café-da-manhã e o jantar. Se não me programo muito bem, o jantar fica comprometido, porque chego em casa e não tem nada para preparar. E muitas vezes o cansaço vence e tudo o que eu quero é descongelar algo e comer.

Percebi que muitas mães, assim como eu, tem dificuldade de manter uma alimentação legal no dia-a-dia por causa da rotina corrida. A gente preza pela alimentação dos pequenos, mas a nossa própria acaba comprometida, com jantares que viram lanches, congelados e outras opções não tão bacanas. E a gente sabe que os pequenos acabam seguindo os exemplos dos mais velhos: não adianta brigar com eles para comerem verduras, se a gente mesmo apela sempre para um sanduiche.

Para reverter essa situação, venho tentando coletar receitas simples, que podem ser feitas durante a semana – para que eu me programe quais serão os jantares e compre os ingredientes no final de semana, ou mesmo receitas que eu posso fazer no final de semana e congelar. Pensei que, se pudesse trocar idéias com outras mães, poderia juntar muito mais receitas com esse espírito.

Na prática, o projeto envolve uma lista de discussão (http://groups.yahoo.com/group/cozinhamaterna/), para as pessoas trocar as idéias e postar as receitas, e um blog no domínio http://www.cozinhamaterna.com.br, para publicar as receitas (todas ou parte delas, depende do volume), categorizadas e organizadas, para ser fácil de encontrar, e com a devida permissão de quem postou.  Para colaborar no blog, não precisa participar da lista, e vice-versa.

Tópicos do site – e também assuntos da lista:

1. Receitas:
Pode ser receita vegetariana, lacto-vegetariana ou mesmo carnívora.  Vale até receita de bolo ou algo mais gordo. A linha é tentar ser o mais natural possível, mas uma receita ou outra menos “natureba” também pode rolar.

A idéia é trocar receitas para atender diversos “públicos”, mas todos com uma vontade de comer melhor:

1.1 Para o dia-a-dia dos bebês: papinhas, dicas de iniciação à alimentação.
1.2 Para o dia-a-dia das crianças: receitinhas para fazer para a criançada e com a criançada.
1.3 Para o dia-a-dia dos adultos: receitas saudáveis e práticas para o dia-a-dia.
1.2 Para festas, finais de semana e eventos: categoria especial para aquele bolo com recheio ou biscotinhos de chocolate.

2. Mapa: feiras de orgânicos, restaurantes vegetarianos, lojas de produtos naturais.

3. Contatos de orgânicos que entregam e outros serviços legais.

4. Dicas de cursos e aulas: Pat Feldman, Cozinhando com a Dr. Selma, Mãzinhas na Massa, entre outros.

5. Dicas de livros e sites.

6. Convidados especiais, que irão escrever sobre receitas e hábitos alimentares.

Também rola o twitter, com dicas e novidades: http://twitter.com/cozinhamaterna