“Quais as qualidades necessárias para fazer um bom cozinheiro? Paladar, sem dúvida. Dedicação. O resto, sei lá. Já se nasce cozinheiro, talvez o leite da mãe seja de outra qualidade, misturando ervas nunca vistas, pequenas amarguras ultrapassadas, um riso, uma faixa de mar, a escama de um peixe, a lágrima grossa, um tamborim, um “gaucho” louro sobre um cavalo branco.”

Da Nina Horta (fechado para assinantes UOL ou da Folha). Adorei esse trecho, talvez devesse estar no Gastronautas, mas é fofo pensar que o nosso leite, de alguma forma, ajuda a formar os talentos dos nossos pequenos.