Tem todo um mercado que eu, internamente, apelidei de “o mercado dos pais desesperados”. São os produtos para os pais a fim de uma noite de sono ou simplesmente a fim de fazer o bebê parar de chorar. Ai temos livros, cds, acessórios como chupetas, brinquedinhos, mães que trocam de pediatra umas 15x, e o que mais vc imaginar. Imagine a fortuna que alguém faria se criasse um berço que simulasse o balanço do colo ou um carro andando?

Eu confesso que faço parte do clube. Virei sócia de carteirinha de tudo que me prometesse um pouco de paz, principalmente no período de cólicas. Se me prometessem que amamentar de ponta-cabeça, numa encruzilhada, à meia-noite de uma sexta-feira treze faria as cólicas sumirem, eu estaria lá experimentando. Disso tudo, só não testei a infame funchicórea. Até compramos a coisa, mas como a bula dizia que devia dar o pozinho misturado em 40ml de água, via mamadeira, nem resolvi tentar.

Por tudo isso, quando a Lu indicou o Happiest baby on the block, confesso que fiquei com um pouco de preguiça. Já tinha lido boas recomendações sobre as técnicas do Dr. Harvey Karp, mas mesmo assim, não estava botando muita fé.

O livro, por incrivel que pareça, não foi traduzido e lançado por aqui. Como não queria esperar a Amazon, acabei comprando o DVD. Numa noite de insônia, onde as cólicas da Alice só deram uma pausa às 4h da manhã, vimos o DVD e passamos a experimentar as técnicas. São 5: o cueiro, o balanço, o barulhinho (shhhh), a chupeta (ou algo para o bebê sugar), e mais um que esqueci.

Os 3 primeiros se mostraram muito eficazes com a Alice. Chega a ser assustador! Começamos a usar as técnicas essa semana, e ela tem dormido 7 horas seguidas! Por conta disso, tem mamado mais durante o dia também. Mas parece mágica. Quando rolam as cólicas, demora mais para fazer efeito, não é tão eficiente, mas mesmo assim ajuda  a acalmar.

Minha única ressalva é que se aplicar as técnicas a bebês muito novinhos, é necessário que os pais se lembrem de, no meio da noite, acordar o pequenino para mamar. Pelo menos na minha opinião, bebês recém nascidos precisam mamar pelo menos a cada 3 horas, e quando pequenininhos, eles já são tão dorminhocos!