Um dos sites que acompanho há mais tempo é o da Rosa. Na época que conheci e que comecei a visitar, era um site convencional, com wallpapers, ícones e outras ilustras, que ela mantinha com a mãe e a irmã, e que se chamava Colheres (e que descobri que ainda existe!).

Isso faz tempo, foi lá pelos idos de 2000. A Rosa começou a blogar, criou seu site. Lá pelos idos de 2002, algo de novo – e grande e muito importante – aconteceu, o que acabou estimulando a Rosa a gerir e gerar novas criações.

A Rosa aparece linkada nesse blog (e não apenas nesse, mas no meu blog original) porque ela sempre foi uma espécie de modelo para mim. Ela é a mulher cujas conquistas pude acompanhar, mesmo que bem de longe. A Rosa tornou-se mãe, não uma, mas duas vezes, de duas meninas lindas, ao mesmo tempo que pôde desenvolver um trabalho lindo, criativo, fazendo pesquisas interessantissimas. Por exemplo, foi com a Rosa que vi, pela primeira vez, o que era um sling.

Pelo trabalho da Rosa, descobri outras tantas pessoas muito talentosas, vi a onda dos crafts crescer, sites maravilhosos como o Etsy surgir.

Ela é uma inspiração para mim, que mostra que as mulheres podem conciliar o ser mãe com sua própria vida, sem que uma anule a outra, mas sim que as coisas se completem. Quer coisa melhor que essa?